Pesquisa - Manual do Trabalho Acadêmico

Manual do Trabalho Acadêmico

Orientação para a montagem da Monografia Final (TCC) 

Cada aluno deverá estudar e escolher um Professor Orientador. 

 O PROFESSOR ORIENTADOR deverá acompanhar o processo de orientação dos trabalhos. 

No caso de troca de orientador, o aluno deve produzir um documento que explique os motivos para tal, identifique o novo orientador. Este documento deverá ser assinado por ambos os professores-orientadores envolvidos, documento este que deve ser acompanhado de aceite, por parte do novo orientador, (na forma de um aval) para seu projeto, já em andamento. 

No caso de troca de tema ou plano de projeto, o aluno deve apresentar novo anteprojeto com aprovação explícita do Professor Orientador nas mesmas formas já tratadas anteriormente. Documento e/ou anteprojeto devem ser entregue ao PROFESSOR ORIENTADOR.

O PROFESSOR ORIENTADOR acompanhará o desenvolvimento do trabalho do aluno; recebendo os relatórios de progressos, avaliando-os, arquivando-os, sempre cuidando para que haja um efetivo acompanhamento do processo de iniciação à pesquisa científica de seu aluno. Caberá também, ao Professor Orientador, auxiliar no levantamento bibliográfico a ser feito pelo aluno. Durante o desenvolvimento da Monografia, aluno e Professor Orientador devem se reunir no mínimo três vezes, quando o aluno deverá apresentar suas anotações, seus esboços e rascunhos do trabalho, e discutir o seu desenvolvimento. As datas destas reuniões e horários ficam a critério do Professor Orientador, devem ser feitas fora do horário de aula do professor. 

Todo Professor Orientador deverá apresentar um relatório, dando conta de sua orientação e do desenvolvimento de seu (s) orientando (s). 

Banca Examinadora • Será composta de 03 professores, e será presidida pelo PROFESSOR ORIENTADOR, ou pelo Professor Coordenador de Estágio, ou pelo Coordenador de Cursos, deverá compor a banca o Professor Orientador 

Será constituída pelo Coordenador de Curso, juntamente com o PROFESSOR ORIENTADOR, que poderá ser inclusive em finais de semana e obedecer a critérios estipulados pela Coordenadoria de Cursos da Faculdade São Bento 

A avaliação da Monografia levará em conta os critérios de excelência de um trabalho de iniciação científica, nas suas formas, escrita e oral. 

Comprovará a avaliação da Monografia pela apresentação de relatório escrito, em que dará conta das alterações necessárias, do cumprimento destas e demais observações que se fizerem necessárias. Cada membro da banca atribuirá nota à Monografia considerando a redação final e a apresentação oral. 

Fará a avaliação da Monografia sem que de sua decisão haja recurso.   

Cada membro da banca terá o prazo de 10 (dez) dias, no mínimo, a partir do recebimento da Monografia para leitura e apreciação da parte escrita. 

O presidente da banca avaliadora encaminhará ao PROFESSOR ORIENTADOR o conceito final para divulgação, de acordo com os seguintes critérios: 

 

menor que 7,0 média final menor que 7,0; reprovado, trabalho de interesse restrito. 

 

7,0 a 8,0 média final maior ou igual a 7,0, e menor que 8,0; trabalho meritório, aprovado para consulta. 

 

8,0 a 9,5 média final maior ou igual a 8,0, e menor que 9,5, trabalho aprovado de interesse amplo para consulta. 

 

9,5 a 10.0 média final maior ou igual a 9,5; trabalho aprovado com louvor para ser divulgado. 

 

Avaliação da Monografia  

O processo de avaliação da Monografia será realizado em duas etapas:  A primeira caberá ao Professor Orientador e avaliará a Monografia Final em sua forma redacional:  

A avaliação da Monografia deverá levar em conta seus objetivos, considerados os seguintes elementos:

   - Apresentação; 

  - Organização; 

  - Desenvolvimento; 

  - Conteúdo; 

Outras considerações, que o orientador achar necessárias, tais como: 

- o processo de desenvolvimento do projeto apresentado; 

- as atividades para o desenvolvimento da Monografia; 

- o(s) relatório(s), em versão parcial, da Monografia. 

 

As Monografias que não obtiverem aprovação nesta etapa (nota menor que 7,0), não estarão qualificados para a banca e não passarão para a etapa seguinte, podendo o aluno optar por alterar o projeto e escolher novo orientador.  A segunda etapa caberá à banca avaliadora e se constituirá da avaliação da Monografia final e de sua apresentação oral. O conceito final será dado pela média das notas atribuídas pela banca. 

 

A avaliação da Monografia deverá levar em conta seus objetivos, considerados os seguintes elementos:  

 - Clareza dos objetivos propostos pelo aluno; 

  - Delimitação do problema a ser investigado; 

  - Coerência entre os objetivos e desenvolvimento da Monografia; 

  - Tratamento metodológico; 

  - Fundamentação teórica. 

No ato da apresentação e defesa, a banca buscará apreciar, no aluno:  

 - Preparação da banca para o tema, na introdução; 

  - Abordagem adequada (conteúdo); 

  - Sequência lógica (roteiro: início/meio/fim); 

  - Incentivo à participação da audiência; 

  - Revisão e consolidação dos pontos principais, na conclusão; 

  - Uso apropriado de recursos; 

  - Adequação do vocabulário utilizado; 

  - Contato visual com a banca. 

 

Coordenação da Monografia 

 

Cabe ao PROFESSOR ORIENTADOR:

 - Orientar a elaboração dos planos ou projetos no início do ano dentro das áreas definidas pela Coordenadoria de Curso, quando for a política do curso (estratégica ou tática) definir áreas para tal. 

- Encaminhar ao Professor Orientador, os planos ou projetos de cada ano, quando estes forem entregues a ele. - Observar juntamente com a Coordenadoria de Cursos o número de alunos para cada Professor Orientador. 

- Designar os professores que comporão as bancas avaliadoras e seus respectivos suplentes, juntamente com a Coordenadoria de Cursos. 

- Apresentar o calendário anual à Coordenadoria de Cursos, após o que deverá ser levado ao conhecimento dos alunos e professores orientadores. 

- Cuidar, para que os prazos sejam rigorosamente cumpridos. 

- Articular cursos, palestras e outros tipos de atividades que possam subsidiar o desenvolvimento dos trabalhos.

 - Mediar, juntamente com a Coordenadoria de Cursos, os problemas que surgirem, durante o período, entre Professores Orientadores e alunos.

 - Divulgar as normas da Monografia para todos os alunos e professores no início de cada ano letivo. 

- Receber as Monografias na sua forma final, listá-las e entregá-las para as bancas avaliadoras. - Receber as avaliações dos professores que compõem as bancas. 

- Publicar as avaliações das bancas e resultados finais.

 

Avaliação da Monografia 

O processo de avaliação da Monografia será realizado em duas etapas:  A primeira caberá ao Professor Orientador e avaliará a Monografia Final em sua forma redacional:  

A avaliação da Monografia deverá levar em conta seus objetivos, considerados os seguintes elementos:

   - Apresentação;

  - Organização;

  - Desenvolvimento;

  - Conteúdo;

Outras considerações, que o orientador achar necessárias, tais como:

- o processo de desenvolvimento do projeto apresentado;

- as atividades para o desenvolvimento da Monografia;

- o(s) relatório(s), em versão parcial, da Monografia.

 

As Monografias que não obtiverem aprovação nesta etapa (nota menor que 7,0), não estarão qualificados para a banca e não passarão para a etapa seguinte, podendo o aluno optar por alterar o projeto e escolher novo orientador.  A segunda etapa caberá à banca avaliadora e se constituirá da avaliação da Monografia final e de sua apresentação oral. O conceito final será dado pela média das notas atribuídas pela banca.

 

A avaliação da Monografia deverá levar em conta seus objetivos, considerados os seguintes elementos: 

 - Clareza dos objetivos propostos pelo aluno;

  - Delimitação do problema a ser investigado;

  - Coerência entre os objetivos e desenvolvimento da Monografia;

  - Tratamento metodológico;

  - Fundamentação teórica.

No ato da apresentação e defesa, a banca buscará apreciar, no aluno: 

 - Preparação da banca para o tema, na introdução;

  - Abordagem adequada (conteúdo);

  - Sequência lógica (roteiro: início/meio/fim);

  - Incentivo à participação da audiência;

  - Revisão e consolidação dos pontos principais, na conclusão;

  - Uso apropriado de recursos;

  - Adequação do vocabulário utilizado;

  - Contato visual com a banca.

 

Coordenação da Monografia

 

Cabe ao PROFESSOR ORIENTADOR:

 - Orientar a elaboração dos planos ou projetos no início do ano dentro das áreas definidas pela Coordenadoria de Curso, quando for a política do curso (estratégica ou tática) definir áreas para tal.

- Encaminhar ao Professor Orientador, os planos ou projetos de cada ano, quando estes forem entregues a ele. - Observar juntamente com a Coordenadoria de Cursos o número de alunos para cada Professor Orientador.

- Designar os professores que comporão as bancas avaliadoras e seus respectivos suplentes, juntamente com a Coordenadoria de Cursos.

- Apresentar o calendário anual à Coordenadoria de Cursos, após o que deverá ser levado ao conhecimento dos alunos e professores orientadores.

- Cuidar, para que os prazos sejam rigorosamente cumpridos.

- Articular cursos, palestras e outros tipos de atividades que possam subsidiar o desenvolvimento dos trabalhos.

 - Mediar, juntamente com a Coordenadoria de Cursos, os problemas que surgirem, durante o período, entre Professores Orientadores e alunos.

 - Divulgar as normas da Monografia para todos os alunos e professores no início de cada ano letivo.

- Receber as Monografias na sua forma final, listá-las e entregá-las para as bancas avaliadoras. - Receber as avaliações dos professores que compõem as bancas.

- Publicar as avaliações das bancas e resultados finais.